Pinterest MQ

⬇(Clique | Escolha o livro = Você será redirecionado para a publicação no MQ)

Se não encontrar o autor, acesse o site da AMAZON por qualquer link de redirecionamento no blog.

Bem-vindos ao MQ ✓ VENDA NACIONAL E INTERNACIONAL✓

O Caibalion: Estudo da filosofia hermética do antigo Egito e da Grécia - Os três iniciados

 Esta é a nova edição do conhecido O Caibalion, revista e com projeto gráfico renovado e atual. Esta obra foi publicada pioneiramente no Brasil em 1912 pela Editora Pensamento, e é considerada entre inúmeros estudiosos do esoterismo ocidental, do hermetismo e da filosofia oculta uma das obras mais importantes sobre o tema, contendo a essência dos ensinamentos de Hermes Trismegisto, como ensinados nas escolas herméticas do Antigo Egito e da Grécia. Muitas das ideias apresentadas aqui anteciparam conceitos relativamente modernos, como a “Lei da Atração” e as ideias ligadas ao Movimento do Novo Pensamento. Ainda que textos mais antigos – como a Tábua de Esmeralda – tenham resumido a Filosofia Hermética a uma série de breves axiomas, O Caibalion analisa seus pontos centrais, explicando e detalhando cada um deles, além de apresentar uma nova estrutura, mais compreensível ao leitor leigo. Portanto, os inúmeros admiradores desta obra, como estudiosos, filósofos e alquimistas, consideram-na um texto autorizado sobre o Hermetismo, ficando aquém apenas do Corpus Hermeticum e da própria Tábua de Esmeralda.


COMPRE O LIVRO FÍSICO CLICANDO NA IMAGEM QUERO 

OU ADQUIRA O LIVRO EM PDF KINDLE - CLICANDO AQUI

(A administradora deste blog é participante do Programa de Associados AMAZON e recebe comissão pelas compras qualificadas efetuadas)

Dr. Joe Dispenza

"Continuar a revisitar pensamentos e sentimentos familiares é continuar a criar a mesma realidade. Para criarmos algo diferente daquilo a que nos acostumámos no nosso mundo pessoal, teremos de mudar o modo rotineiro como pensamos e nos sentimos. De outra forma, ao pensarmos e sentirmo-nos repetidamente como no dia anterior, e no dia antes desse, continuaremos a criar as mesmas circunstâncias na nossa vida, que nos farão sentir as mesmas emoções e nos levarão a pensar «de acordo» com essas emoções."